Thinking

Andar, é melhor andar. Não, eles estão próximos. Andar mais rápido. Isso deve resolver. As pessoas na rua parecem estranhas. Não é mais possível vê-los. Retrovisor dos carros. Sim, é possível vê-los pelos retrovisores. A distância está diminuindo. Maldição, aonde foram parar os carros? Deveria haver carros estacionados nesta rua. Um Fiat. Não gosto de Fiats. Droga, estão se aproximando de novo. Correr. Sim, correr resolveu.

Uma velha. Parece simpática. Carrega um bebê. Lembra o pequeno Tomás. Gritos. Eles não deveriam ter gritado. Barulho. Mais gritos. Seriam tiros? Sim, eram tiros. Correr mais rápido deve ajudar. O outro Fiat foi atingido. Bem feito, eu não gosto de Fiats. O motorista deve ter morrido. Bem feito, dirigia um Fiat. Pessoas correm. O desespero cai bem naquela mulher.

Uma loja de roupas. Vestido azul. Mais tiros. Melhor virar a esquina. Pena, perceberam que virei. Não é possível me esconder. Elisa usava vestido azul. Caro. Pobre menino. Os jornais amanhã farão sensacionalismo. Será um policial? Parece um. Sim, é um policial. Crianças mortas geram sensacionalismo. Era japonês. Não gosto de japoneses. Pedir ajuda? Não, tenho que correr.

Pessoas normais. Sem medo. Olhar curioso. Não há perseguidores. Aonde foram parar os perseguidores? Sumiram. Elisa também sumiu. Vadia. Sim, lá estão eles. Uma moto. Aonde conseguiram uma moto? Roubada. Com certeza é roubada. Muro amarelo. Não gosto de amarelo. Jardim. Cachorro? Não, nenhum cachorro. Mais tiros. Devem ter acertado o muro. Bem feito, era amarelo.

Rosas. Elisa gostava delas. Das vermelhas. Essas são brancas. Eram. Quintal bonito. Também pularam o muro. Devem ter abandonado a moto. Era roubada mesmo. Outro muro amarelo. Haja mau gosto. A rua. Pessoas normais. Feias. Melhor correr para a direita. A direita sempre é melhor que a esquerda. Um menino de bicicleta. Nunca gostei de bicicletas. Essa não tem freios bons. Banco incômodo. Tiro.

Cigarros na sarjeta. Odeio quem fuma. Odeio quem polui a cidade. Mais um ferido. Bem feito, devia ser fumante. Está perto. Quase em casa. Quase casei com Elisa, também. Vadia, some e me deixa problemas. Celso. Sim, Celso é um problema. Irmãos são problemas. Cunhados principalmente. Elisa gostava dele. Ele nunca gostou de mim.

Tiros. Cair da bicicleta machuca. Está quente. Algo esquenta minha barriga. Sangue? Sim, é sangue. Não é mais possível correr. Andar. Sim, é possível andar. Joelho ralado. Crianças ralam o joelho. Eles estão correndo. Celso vem à frente. Mais tiros. Chão. O céu está azul. O sol amarelo. Não gosto de amarelo. Droga, eles estão rindo. Zombando. Vai me matar? Arma. Sim, vai me matar. Eu não sumi com Elisa. Elisa sumiu de mim.

Provocações. Pessoas correndo. A Arma falhou. Celso nunca limpa bem a arma. Mais um Fiat. Deviam acabar com essa marca. Não, não morro vendo um Fiat. Ômega. Sempre gostei desse carro. Tem bom porta mala. Não existem ômegas amarelos. Parece que a arma funcionou. Sim, funcionou. Será o fim? Sim, é o fim. Tudo por culpa daquela vadia da Elisa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: